Praia Grande autoriza volta de cadeiras de praia à faixa de areia da cidade; entenda

Chefe do Executivo autoriza o exercício das atividades de ambulantes portadores de licença vigente, tanto nas ruas quanto na praia

Comentar
Compartilhar
04 MAI 2021Por Da Reportagem09h50
Em Praia Grande, ambulantes poderão contar com até duas cadeirasEm Praia Grande, ambulantes poderão contar com até duas cadeirasFoto: Alexandra Giulietti / Prefeitura Municipal de Praia Grande

Em mudança realizada por meio de decreto publicado nesta segunda-feira (3), a Prefeitura de Praia Grande autorizou o retorno dos trabalhos de vendedores ambulantes e também o posicionamento de cadeiras de praia na faixa de areia do município. A medida já está valendo e pode ser conferida na aba de 'Licitações e outras modalidades'.

O decreto da prefeita Raquel Chini aponta que 'fica vedado o consumo de alimentos, refeições e bebidas alcoólicas, nos logradouros públicos, praças, parques, jardins e calçadão da orla do Município de Praia Grande, exceto quando o consumo for decorrente da comercialização de alimentos de atividade comercial autorizada, que obedecerá aos horários fixados neste Decreto'

Em seguida, a chefe do Executivo autoriza o exercício das atividades de ambulantes portadores de licença vigente, tanto nas ruas quanto na praia. A entrada do carrinho na areia deverá ocorrer sempre entre 7h e 8h e o funcionamento se estende das 8h até 18h. Todas as atividades, entretanto precisarão ser encerradas entre 18h e 19h, quando deverá ser feita limpeza do local e remoção dos equipamentos.

Além disso, fica autorizada a instalação de até dez guarda-sóis, com até duas cadeiras por guarda-sol, por cada vendedor ambulante na faixa de areia da orla da praia. O uso de máscaras de proteção para atendimento no local segue sendo obrigatório, assimo como o respeito do distanciamento de um metro entre as pessoas.

A permanência do carrinho na praia após o horário estabelecido está proibida. O decreto, que já está em vigor, também estipula que ficam permitidas as atividades físicas individuais e coletivas em logradouros públicos e na praia, sendo proibida a aglomeração.