X
Praia Grande

Operação flagra corrida de charretes em Praia Grande

Cerca de 1.300 pessoas disputavam a competição e foram abordados no bairro Caiçara

Operação flagra corrida de charretes em Praia Grande / Divulgação/ Prefeitura de Praia Grande

Uma corrida de charretes nas vias do bairro Caiçara, em Praia Grande, foi flagrada durante a Operação Hermes neste último sábado (4). Cerca de 1.300 pessoas disputavam a competição e foram orientadas por agentes de trânsito, da Guarda Civil Municipal, policiais militares e civis.

A abordagem dos charreteiros ocorreu no bairro Caiçara, onde estas pessoas, oriundas de outros municípios, se reuniram e circulavam em alta velocidade nas avenidas e também na faixa de areia. Por conta disso, os animais realizam esforço excessivo e as ferraduras em atrito com o asfalto podem causar danos aos animais,  além dos riscos à segurança de pedestres como idosos e crianças.

O policial civil do DEIC/GOE, Jorge Américo, falou sobre algumas das infrações cometidas.“Nesta romaria flagramos o dono de um caminhão com charrete e cavalo em alta velocidade na avenida da praia, além dele estacionar o veículo na contramão, parado em ponto de ônibus e com documentação atrasada. Foram tomadas as devidas medidas administrativas”.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.   

A Operação Hermes realiza blitzes com equipes dos setores  municipais de Transportes, Trânsito, Urbanismo e Segurança, com apoio  das Polícias Militar, Civil e Rodoviária e a Artesp, nos principais  pontos de entrada da Cidade. A novidade deste ano é que a ação passou a contar com o auxílio do Centro Integrado de Comando e Operações  Especiais (Cicoe), que monitorar através das cerca de 3 mil câmeras  municipais a entrada destes tipos de veículos através da Rodovia Padre Manuel da Nóbrega, da Avenida Ayrton Senna e acessos às marginais.

De acordo com o Secretário de Segurança Pública de Praia Grande, Maurício Vieira Izumi, a operação atuou com várias frentes, visando manter a ordem no município, coibindo infrações de trânsito, perturbação de sossego com festas e utilização de caixas de som em  alto volume, além do transporte irregular. “A Operação atuou com  várias frentes, quer seja aqueles que queriam decumprir a regra, e sem  a devida autorização para realizar a festa de Iemanjá; quer seja em  relação aos charreteiros, que causaram desordem e cometeram infrações  de trânsito, além de coibir a utilização das caixas de som que que  perturbam o sossego da população”, explicou Izumi reforçando que as  manifestações religiosas individuais são permitidas.

Durante este final de semana e o próximo (4,5,11 e 12), a Administração Municipal intensifica a fiscalização da entrada de ônibus e vans clandestinos que se dirigem a Praia Grande sem autorização. Em consenso com a Federação Religiosa foi definido que este ano os festejos de Iemanjá  não ocorreriam na faixa de areia, os representantes justificaram que  maioria de seus membros são idosos e por cautela preferem evitar qualquer aglomeração.

O Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos de São Paulo (GARRA ), participou da Operação que contou com agentes de segurança do município dispostos nas entradas da Cidade, bem como nos acessos às  marginais. “Estamos dando apoio na Operação Iemanjá coibindo a entrada  de veículos clandestinos nesta época do ano, reforçando o policiamento  e evitando possíveis desentendimentos. As abordagens ocorrem por parte das Polícias Civil e Militar e maior parte dos veículos são abordados antes mesmo de entrar na Cidade”, explicou o delegado do GARRA, Fernando Bessa.

Em Praia Grande, a entrada de veículos de fretamento turístico é permitida somente para quem possui estadia comprovada em estabelecimentos hoteleiros e similares. A autorização só pode ser  solicitada pelo próprio estabelecimento hoteleiro e o pedido deve ser  feito com, no mínimo, três dias úteis de antecedência. As autorizações  somente serão concedidas a pessoas jurídicas dotadas de estacionamento  próprio ou indicação de estacionamento previamente autorizado pela Prefeitura.
 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Política

Caso de mulher detida após xingar Bolsonaro será investigado em inquérito, decide Justiça

A decisão acata pedido do Ministério Público Federal (MPF), que apura suposta abordagem indevida e abusiva dos policiais rodoviários federais e policiais federais

Eleições 2022

Após Moro dizer que Lula 'arregou', PT afirma que não dará holofotes a ex-juiz

Em postagem no Twitter, Moro disse que Lula "arregou" ao pedir para o partido desistir por ter "medo das verdades incômodas que iriam surgir"

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software