Praia Grande

No Dia Mundial da Bicicleta, PG conta com a maior quantidade de ciclovias da Baixada Santista

No total, são 98,9 km de malha cicloviária. Data é celebrada em 19 de abril

Da Reportagem

Publicado em 18/04/2022 às 13:00

Compartilhe:

O Município já recebeu cinco vezes o troféu  "Cidade Amiga da Bicicleta" / Foto: Prefeitura de Praia Grande

A Cidade de Praia Grande investe constantemente em vias exclusivas para a  utilização de ciclistas, como forma de incentivar o uso da bicicleta  como meio de transporte, melhorando as condições de saúde das pessoas,  trazendo benefícios ao meio ambiente e à mobilidade urbana.  Atualmente, o Município conta com 98,9 km de ciclovias e ciclofaixas,  número que a destaca como a maior malha cicloviária da Baixada  Santista e uma das principais em todo o País. E neste Dia Mundial da  Bicicleta, celebrado em 19 de abril, a Cidade se destaca com esta  infraestrutura, que não se resume somente a vias exclusivas a  ciclistas, mas também a ações logísticas, atividades educativas e  prêmios ganhos.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.


A Secretaria Municipal de Trânsito de Praia Grande (Setran) estima que  um terço da população possua bicicleta e que a utilize como meio de  transporte diário (aproximadamente 100 mil pessoas). No período de  alta temporada de verão, fora do período de pandemia, quando Praia  Grande é uma das cidades mais visitadas de todo o País, segundo  pesquisa do Ministério de Turismo, esse número aumenta ainda mais.

De acordo com o secretário de Trânsito, José Américo Franco Peixoto,  estas vias exclusivas para uso das bicicletas oferecem um ambiente  seguro aos ciclistas. “Ao separá-los das vias destinadas aos veículos  automotores, reduz também o número de acidentes. Além disso, garante  melhorias muito importantes para a mobilidade urbana de Praia Grande”.

Amiga da Bicicleta

O Município já recebeu cinco vezes o troféu  “Cidade Amiga da Bicicleta”. Dois foram concedidos pela própria  Associação Brasileira de Ciclistas, em 2007 e 2008, outro pelo  Instituto Pedala Brasil e União de Ciclistas do Brasil, durante o  evento “Bicicultura”, realizado na cidade de Sorocaba, em 2010. Em  2014 pela Associação Brasileira de Ciclistas, Skates, Patins e  Cadeirantes, e pela Liga Santista de Ciclismo no 1º Congresso de  Mobilidade das Cidades Cicloviárias da Baixada Santista. E em 2016,  durante o II Festival da Bicicleta do Litoral Paulista, na cidade de  Santos. Na ocasião, a Prefeitura também recebeu a medalha “Cláudio  Clarindo 2016”, entregue para técnicos e ativistas na área.

Sinalização

A Prefeitura está também readequando as vias exclusivas  para bicicletas, seguindo o novo Manual de Sinalização Cicloviária do  Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que tem como objetivo evitar  acidentes. Os primeiros equipamentos a serem reestruturados na Cidade  ficam na Avenida Irmãos Adorno, no Bairro Sítio do Campo; e na Rua  Odette Salimão, na altura da Avenida do Trabalhador, no Bairro  Antártica, e nas Ruas Coelho Neto e Graça Aranha, Bairro Solemar.

As ciclovias dos locais estão ganhando trechos na cor vermelha, na  altura dos cruzamentos viários, aumentando a visibilidade dos  condutores de veículos que passam pela via. Além disso, o equipamento  está ganhando também sinais de sentido de circulação viária e  identificações sobre o uso exclusivo de bicicletas na via.

Bike Legal

Com o auxílio de óculos de realidade virtual, estudantes  de Praia Grande podem vivenciar situações reais do dia a dia do  trânsito, com orientações sobre atitudes viárias mais seguras, dentro  do projeto Bike Legal. O projeto, que envolve estudantes do 6º ao 9º  ano do Ensino Fundamental, foi temporariamente paralisado durante a  pandemia.

Durante a ação, os estudantes podem embarcar em uma bicicleta fixa e,  com o uso de equipamentos de realidade virtual, visualizam uma  simulação em 3D, gravada em locais reais da Cidade. Ao vestir os  óculos, os usuários têm a sensação de estarem montados na bicicleta,  pedalando na ciclovia, e ao longo do trajeto situações vão sendo  apresentadas, onde o condutor precisa reagir de forma segura.

Ciclista Cidadão

O projeto, iniciado em setembro de 2011, consiste  no cadastro de proprietários de bicicletas da Cidade realizado após  colagem de adesivo numerado nos veículos. Com as informações  levantadas, a Setran está mapeando o perfil dos ciclistas da Cidade e  direcionando de forma mais efetiva as ações de trânsito no Município.

Os adesivos numerados do projeto Ciclista Cidadão foram confeccionados  com material de alta aderência e reflexivo, que além de identificar os  ciclistas ainda servem como elementos refletivos, tornando o veículo mais visível durante a noite. Atualmente, o sistema conta com dados de  mais de 19 mil ciclistas da Cidade.
 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Variedades

'Duna: A Profecia', prelúdio do aclamado longa, ganha novo teaser trailer

Produção é assinada pela Legendary Television

Santos

Cidade do litoral de SP recebe evento sobre Cannabis Medicinal; veja a programação

Discussão ao longo dos anos vem ganhando corpo e a importação foi autorizada no Brasil há mais de 8 anos pela Anvisa

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter