Vereadores vão falar, diz Tardelli

Tardelli acredita que exista manobra política por trás das gravações para prejudicar os governistas no Legislativo

Comentar
Compartilhar
05 MAR 201321h32

O vereador Honorato Tardelli Filho (sem partido), um dos seis acusados de envolvimento no esquema de corrupção na Câmara Municipal, afirmou ontem, que ele e os demais colegas suspeitos se pronunciarão sobre o vídeo exibido pelos telejornais da Band, ainda neste sábado.

Na tarde de ontem, o parlamentar disse que os vereadores estão aguardando a apuração dos responsáveis pela gravação para então falar sobre o caso.

Tardelli acredita que exista manobra política por trás das gravações para prejudicar os governistas no Legislativo. A fita exibida pela Band mostra trechos gravados nos dias 31 de maio e 1º de junho, onde cada um dos seis vereadores recebe a quantia de R$ 10 mil, do presidente da Câmara, Gílson Fidalgo Salgado (PMDB).

A diretora-administrativa da Câmara, Vera Lúcia Alves Fagundes, também aparece no vídeo pegando um maço de dinheiro que está sobre a mesa de Salgado.