Vereador de Cubatão denuncia hospedagem em motel ao MP

O vereador Severino Tarcísio da Silva, o Doda, protocolou representação contra a prefeita Márcia Rosa e o secretário de Esportes José Moraes Lucas

Comentar
Compartilhar
20 JAN 201315h41

Um dia após a Câmara de Cubatão rejeitar seu pedido de criação de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para investigar possível hospedagem de atletas menores de idade em um motel na cidade de São Caetano do Sul para os Jogos Abertos do Interior, o vereador Severino Tarcísio da Silva, o Doda, do PDT, recorreu ao Ministério Público.

A representação contra a prefeita Márcia Rosa de Mendonça Silva e contra o secretário de Esportes e Lazer, José Moraes Lucas, foi protocolada na tarde de ontem na Promotoria de Justiça da Vara da Infância e da Juventude. A representação foi recebida pelo promotor de Justiça substituto Bruno Moura de Campos.

Junto à representação, o parlamentar anexou cópias de fotos do Hotel Calamares que apresentam indícios de serviços de motel e uma reportagem veiculada no ‘Programa Ação e Reação’, da Santa Cecília TV, contendo depoimentos de pais de atletas hospedados no Calamares.

Além disso, o vereador Doda afirmou que está à disposição da Comissão Permanente de Defesa da Cidadania e dos Direitos Humanos da Câmara de Cubatão para enviar os documentos que reuniu sobre o caso.

“A comissão de sindicância da Prefeitura tem 15 dias para apurar os fatos e apresentar relatório. Estarei acompanhando o andamento do caso e vou aguardar a manifestação da comissão permanente da Câmara para ver que medidas poderemos tomar”.

Na última sexta-feira, quando o Diário do Litoral publicou com exclusividade a denúncia de que atletas cubatenses menores teriam sido hospedados em um motel, Doda e mais cinco vereadores foram ao estabelecimento onde constataram que o hotel oferece serviços de motel como estadia por períodos de horas e pernoites, venda de preservativos e lubrificantes, a palavra motel estampada nas capas de travesseiros e lençóis nos quartos e canais de televisão com programação pornográfica.

As primeiras denúncias foram feitas por pais de atletas cubatenses. Estiveram no estabelecimento o presidente da Câmara, José Roberto Azzoline (Alemão-PSB) e os vereadores Geraldo Guedes, José Aparecido dos Santos (Dedinho-PSB), Francisco Leite da Silva (Bigode-PP) e Severino de Oliveira Melo (Billa-PT), naquela ocasião.  

Prefeitura

Procurada por nossa reportagem, a assessoria de imprensa da Prefeitura informou que a Administração Municipal só poderá se pronunciar sobre a denúncia enviada ao Ministério Público pelo vereador Doda após tomar ciência do conteúdo da denúncia e ser notificada oficialmente pelo órgão competente.