Teori arquiva inquérito contra deputado do PP na Lava Jato

Teori atendeu a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O inquérito foi aberto em março de 2015

Comentar
Compartilhar
16 JUN 2016Por Folhapress21h30
Teori arquiva inquérito contra deputado do PP na Lava JatoTeori arquiva inquérito contra deputado do PP na Lava JatoFoto: Agência Brasil

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Teori Zavascki determinou nesta quinta-feira (16) arquivamento do inquérito que investigava a suposta ligação do deputado Simão Sessim (PP-RJ) com o esquema de corrupção da Petrobras.

Teori atendeu a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O inquérito foi aberto em março de 2015.

O ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa afirmou que o parlamentar o procurou em 2010 e solicitou repasse de R$ 200 mil. Segundo o relato do delator da Lava Jato, Sessim foi 'um dos poucos que agradeceu' a propina recebida.

Segundo a Procuradoria, os elementos colhidos durante as investigações não justificam a abertura de uma ação penal.

"Afigura-se forçoso reconhecer que se impõe o arquivamento do presente inquérito, dada a ausência, por ora, no que diz respeito aos fatos aqui versados, de elementos suficientes para a deflagração de ação penal em face do Sessim, bem como de vetores persecutórios que justifiquem, neste momento, a continuidade das investigações", escreveu a PGR.

"Os resultados das diligências realizadas, conquanto não infirmem as mencionadas declarações, não foram capazes de reforçá-las, persistindo até mesmo dúvidas em relação a circunstâncias essenciais dos fatos aqui versados, como o próprio período no qual teria ocorrido a solicitação e o pagamento de vantagem ilícita", completou.