X

Política

Temer diz que pode vetar questão do trabalho insalubre para mulheres em reforma

Temer ainda afirmou que vai examinar com muito cuidado a matéria para ver o que irá ser colocado, se necessário, em uma Medida Provisória

Estadão Conteúdo

Publicado em 15/05/2017 às 22:30

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Temer também sinalizou que pode vetar o trecho da reforma que trata de trabalho insalubre para mulheres / Beto Barata/PR

O presidente da República, Michel Temer, disse, durante entrevista a rádios regionais na manhã desta segunda-feira, 15, que a Reforma Trabalhista não retira nenhum direito do trabalhador. O que há, segundo ele, é apenas um flexibilização da legislação. Temer também sinalizou que pode vetar o trecho da reforma que trata de trabalho insalubre para mulheres.

"Trabalho insalubre para mulheres acho que até poderá ser objeto de veto, não vou precisar de Medida Provisória para isso", afirmou Temer.

O presidente disse que a decisão que será tomada quanto a outros temas polêmicos da reforma, como trabalho intermitente e o fim do imposto sindical, "vai depender das discussões que irão verificar-se".

"Precisamos dar tempo para discussão ampla no Senado sobre a reforma trabalhista", disse.

Temer ainda afirmou que vai examinar com muito cuidado a matéria para ver o que irá ser colocado, se necessário, em uma Medida Provisória. Essa MP seria editada para ajustar pontos da reforma, evitando que o texto, já aprovado pelos deputados e em tramitação no Senado, retorne à Câmara. "No primeiro momento, eu não penso em vetar nada. Porque afinal, seria uma homenagem ao Congresso."

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Oportunidade

Praia Grande oferece 50 vagas gratuitas para oficina de fotografia

Inscrições começam na próxima segunda (22), no Palácio das Artes

COPA DO BRASIL

Sorteio define mandos das semis da Copa do Brasil; veja quem decidirá em casa

É a primeira vez na história que uma competição de cunho nacional terá a decisão das semis sendo do eixo Rio-SP, com 2 de cada estado

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software