X
Política

Supremo começa a julgar pedido de habeas corpus de Palocci

Palocci está preso desde setembro de 2016 na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba

A defesa de Palocci nega as acusações e sustenta que o juiz Sergio Moro é parcial na condução do processo / Antonio Cruz/Arquivo/Agência Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF) começou a julgar há pouco o pedido de liberdade feito pela defesa do ex-ministro Antonio Palocci, condenado pelo juiz federal Sergio Moro a 12 anos, dois meses e 20 dias de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em um dos processos a que responde no âmbito da Operação Lava Jato.  O relator é o ministro Edson Fachin.

Palocci está preso desde setembro de 2016 na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

De acordo com a Polícia Federal, a empreiteira Odebrecht tinha uma “verdadeira conta-corrente de propina” com o PT, partido do ex-ministro. Para os investigadores, a conta era gerida por Palocci, e os pagamentos a ele eram feitos por meio do Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht – responsável pelo pagamento de propina a políticos – em troca de benefícios indevidos no governo federal.

A defesa de Palocci nega as acusações e sustenta que o juiz Sergio Moro é parcial na condução do processo.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

Itanhaém abre agendamento para todas as crianças de 9 a 11 anos

As imunizações iniciam já neste sábado (22), no Posto Volante de Vacinação (Secretaria de Turismo), na Rua Aécio Menucci, 281, Centro

Polícia

Suspeito de participação no assassinato de policial militar de Praia Grande é preso

Uma equipe de Patrulhamento de Ações Especiais da PM recebeu a informação de que um carro da marca Volvo, flagrado na cena do crime, estava circulando por Santo André com destino a cidade de Ribeirão Pires

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software