X
Política

STF envia denúncia contra Temer para a Câmara

Agora, somente com autorização prévia de dois terços dos deputados (342 parlamentares) a denúncia volta ao STF para que o plenário julgue o seu recebimento

Delatado por executivos da JBS, Temer foi denunciado por corrupção passiva / Marcelo Camargo/Agência Brasil

 A presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministra Cármen Lúcia, enviou nesta quinta (29) a denúncia contra o presidente Michel Temer para a Câmara dos Deputados.

Delatado por executivos da JBS, Temer foi denunciado por corrupção passiva.

O envio ocorreu às 9h28. Agora, somente com autorização prévia de dois terços dos deputados (342 parlamentares) a denúncia volta ao STF para que o plenário julgue o seu recebimento. Se for aceita, o presidente torna-se réu e é afastado por 180 dias.

Pelo regimento interno da Câmara, o presidente da Casa notificará o acusado e, então, sua defesa terá um prazo de dez sessões da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) para se manifestar.

Nesta quarta (28), o relator do caso, Edson Fachin, decidiu que cabe aos parlamentares, e não ao Supremo, ouvir a defesa prévia do presidente.

Ele entendeu que a defesa política do presidente tem que ser feita na Câmara, e a jurídica apenas depois no STF, caso o judiciário tenha autorização para analisar o caso.

Assim, se os deputados decidirem barrar a continuidade do processo, Temer ficará sem responder tecnicamente as acusações.

A decisão de enviar para a Câmara atendeu pedido da defesa de Temer. A PGR (Procuradoria-Geral da República), se manifestou a favor de que a defesa do presidente apresentasse a defesa antes do envio do material aos deputados.

A Constituição prevê que a Procuradoria-Geral da República ofereça a denúncia ao STF, que precisa enviá-la à Câmara. Porém, antes disso, ele poderia ter ouvido uma primeira manifestação da defesa de Temer -o que não fez.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Vem Aí

Guarujá sedia 5ª edição do Conexidades de 7 a 11 de junho

Evento ocorrerá das 7 às 19 horas e é uma realização da União dos Vereadores do Estado de São Paulo (Uvebs)

Novidade

Sabesp disponibiliza atendimento pelo WhatsApp para clientes residenciais

Aplicativo de mensagens recebe consultas sobre débitos, pedidos de segunda via da conta e registros de falta d'água, vazamentos ou qualidade da água

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software