X

Política

Skaf diz que vai apoiar Bolsonaro no segundo turno

O candidato ao governo do Estado considerou a possibilidade de vitória de Bolsonaro em primeiro turno como algo 'bom para o Brasil'

Folhapress

Publicado em 04/10/2018 às 19:40

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Paulo Skaf vai apoiar o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) / Agência PT

Paulo Skaf, candidato ao governo do estado de São Paulo pelo MDB, anunciou nesta quinta-feira (4) que vai apoiar o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno.

"Eu não ficarei neutro em hipótese nenhuma. Não há hipótese de eu apoiar o candidato do PT. O meu apoio será para Jair Bolsonaro", disse durante seu compromisso de campanha.

Skaf considerou a possibilidade de vitória de Bolsonaro em primeiro turno como algo "bom para o Brasil".

"Não correria o risco de segundo turno [devido à alta rejeição de Bolsonaro nas pesquisas]. Quero lembrar que o candidato do PT também tem alto índice de rejeição. E aliás, muito semelhantes os dois índices. Um neutraliza o outro", disse Skaf.

"O PT já teve a oportunidade e nós já vimos o resultado. Neste momento, o que o Brasil está precisando é um governo diferente. É um governo com seriedade absoluta, sem corrupção de nenhum tipo, que realmente pense no Brasil", disse.

Aparentemente tentando pegar carona na popularidade que Bolsonaro conquistou nas últimas semanas, Skaf se equiparou ao candidato do PSL.

"Da mesma forma que eu não aceitei nenhum tipo de coligação para estar totalmente desimpedido, o Bolsonaro também não aceitou coligação e está com a mesma liberdade. Quando você monta uma equipe séria, de gente competente, a possibilidade de resultado concreto é bom. Ele tem como prioridade educação, segurança. São as minhas prioridades também. Nas questões econômicas também, o que ele defende está na linha que eu defendo, de menos estado, de uma economia liberal", afirmou Skaf.

O candidato do MDB à Presidência, Henrique Meirelles, não ultrapassou 3% das intenções de votos. Por isso Skaf adotou o tom pragmático e passou a falar abertamente em apoiar o adversário de seu partido na corrida.

Na disputa paulista, Skaf está empatado com o tucano João Doria na liderança. A última pesquisa Ibope, que saiu nesta quarta-feira (3), mostrou Doria um pouco acima, com 24%, enquanto o emedebista aparece com 21%.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Polícia

Homem é esfaqueado em briga no Atacadão, em Santos

O caso ocorreu no Atacadão da Avenida Nossa Senhora de Fátima, no bairro Chico de Paula.

Polícia

Jovem morre após ser agredido por dois estudantes em Praia Grande, diz família

O caso foi registrado na Polícia Civil e a causa da morte ainda está sendo investigada

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter