Serra pede demissão do Ministério das Relações Exteriores

Na carta, o ministro diz que, segundo os médicos, o tempo de restabelecimento adequado é de quatro meses

Comentar
Compartilhar
22 FEV 2017Por Estadão Conteúdo21h31
José Serra entregou ao presidente Michel Temer pedido de demissão, alegando problemas de saúdeJosé Serra entregou ao presidente Michel Temer pedido de demissão, alegando problemas de saúdeFoto: Agência Brasil

O ministro das Relações Exteriores, José Serra (PSDB-SP), entregou ao presidente Michel Temer, nesta noite de quarta-feira, 22, pedido de demissão, alegando problemas de saúde, que seriam do conhecimento do presidente e que o impediriam de manter o ritmo de viagens internacionais exigido pelo cargo e até mesmo de cumprir as agendas do dia a dia.

Na carta, Serra diz que, segundo os médicos, o tempo de restabelecimento adequado é de quatro meses. O ex-ministro, que é do PSDB, informou ainda que retorna ao Congresso, onde afirma que honrará seu mandato de senador "trabalhando pela aprovação de projetos que visem a recuperação da economia, desenvolvimento social e a consolidação democrática do Brasil".

Serra entregou a carta pessoalmente a Temer, no Palácio do Planalto, na noite desta quarta-feira. O ministro disse que solicitava sua exoneração do cargo de Ministro das Relações Exteriores, "com tristeza". O ex-ministro, na carta, disse ainda que foi "motivo de orgulho" integrar a equipe de Temer.