X

Política

Sem documentação para votar, eleitor é barrado e agride mesário

A informação é do Comitê de Segurança Institucional do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO). A identidade do eleitor e do mesário não foram divulgadas.

Estadão Conteúdo

Publicado em 28/10/2018 às 16:10

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Um eleitor da Escola Municipal Estêvão de Castro, no jardim Aureny III, sul de Palmas (TO), tentou votar sem a documentação exigida, reagiu mal ao ser advertido e agrediu um mesário. 

Na agressão ele rasgou a roupa do mesário. A informação é do Comitê de Segurança Institucional do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO). A identidade do eleitor e do mesário não foram divulgadas. 

Segundo o TRE-TO, o eleitor estava sem documento com foto e se recusou a mostrar, quando foi advertido. Nesse momento, ele partiu para cima do mesário de que conseguiu rasgar a roupa durante a agressão. O mesário e o eleitor estão na sede da Polícia Federal em Palmas.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Negou

Ex-prefeito Bili garante que não houve dolo e que vai recorrer de decisão

O juiz Leonardo de Mello Gonçalves, da Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), condenou o ex-prefeito Luis Cláudio Bili Lins da Silva por improbidade administrativa e dano ao erário

Itanhaém

Vamos ajudar? Banco de leite materno de Itanhaém precisa de doações

O alimento pode ser compartilhado para ajudar a salvar a vida de diversos bebês na UTI Neonatal

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter