Secom nega que Lula tenha sugerido à Dilma troca do comando da Casa Civil

Segundo um interlocutor, o ex-presidente teria dito em conversas reservadas que, se Mercadante "fosse bom mesmo, teria ocupado um cargo no meu governo"

Comentar
Compartilhar
11 MAR 201514h45

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) divulgou nesta quarta-feira, 11, uma nota em que contesta o "rumor" de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tenha sugerido à presidente Dilma Rousseff uma troca no comando da Casa Civil.

Lula e Dilma jantaram nessa terça, 10, no Palácio da Alvorada. Os ministros da Casa Civil, Aloizio Mercadante, da Secretaria-Geral da Presidência, Miguel Rossetto, e da Defesa, Jaques Wagner, e o presidente nacional do PT, Rui Falcão, participaram do encontro.

"Não corresponde à verdade o rumor de que a presidenta Dilma Rousseff tenha recebido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a sugestão de mudança na chefia da Casa Civil", diz a nota divulgada pela Secom. "O ministro Aloizio Mercadante tem total confiança da presidenta e seguirá cumprindo suas funções à frente da Casa Civil."

Uma fonte próxima de Lula disse que, na avaliação do ex-presidente, Mercadante

Críticas

Segundo o Broadcast Político, serviço em tempo real da Agência Estado, apurou, nos bastidores, o ex-presidente Lula não tem economizado nas críticas disparadas contra Mercadante.

Uma fonte próxima de Lula disse à reportagem que, na avaliação do ex-presidente, Mercadante "já deu o que tinha que dar".

Segundo esse interlocutor, Lula teria dito em conversas reservadas que, se Mercadante "fosse bom mesmo, teria ocupado um cargo no meu governo".