Redução de impostos será uma das maiores "lutas" de Dilma

A presidenta disse nesta quarta, que o governo está agindo em várias frentes para resolver os problemas econômicos.

Comentar
Compartilhar
19 DEZ 201219h26

A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (19) que o governo está agindo em várias frentes para resolver os problemas econômicos, refletivos no baixo crescimento do PIB (Produto Interno Bruto). “Nós estamos baixando juros, fazendo o câmbio ser um câmbio mais real, assegurando a redução das tarifas de energia, diminuindo impostos, porque é muito importante para o país”. Ela adiantou que a redução dos impostos será uma de suas maiores “lutas” em 2013.

A presidenta participou da cerimônia de entrega dos certificados a formandos dos cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) em Palmas (TO). Disse que a educação é o caminho para o crescimento do país, reforçando, em seu discurso, a importância da medida provisória que destina 100% dos recursos dos royalties do petróleo ao setor educacional.

“Somos um país que precisa fazer duas coisas: superar a pobreza e, ao mesmo tempo, se posicionar para ser uma das nações tecnologicamente mais desenvolvidas do mundo. Entre as duas exigências, a ponte tem nome. O nome dela é educação”, disse ela. A presidente argumentou que os recursos dos royalties serão importantes para investimentos em creches, educação integral e alfabetização na idade certa, até os 8 anos.

A cerimônia aconteceu na Escola Municipal de Tempo Integral Caroline Campelo. Estiveram presentes cerca de quatro mil alunos formandos do ensino médio, da educação de jovens e adultos, de aldeias indígenas e de comunidades quilombolas.

Os cursos do Pronatec têm carga horária mínima de 160 horas, sendo 32 horas de aulas teóricas, 88 horas de aulas práticas e 40 horas de empreendedorismo. Em Tocantins, as aulas são ministradas em 122 municípios, com 353 turmas em 169 escolas. Entre os cursos oferecidos estão os de horticultura, fruticultura, sistema de beneficiamento de mandioca, sistema de irrigação, avicultura, artesanato, assistente, com ênfase em administração rural, condutor ambiental, bovinocultura de corte e de leite.

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), em 2012 foram investidos R$ 35,2 milhões em convênios para execução de obras e aquisição de recursos pedagógicos no estado.  Segundo levantamento do ministério, mais de 2,5 milhões de pessoas foram atendidas pelo Pronatec em todo o país. O programa foi criado em 2011 com o objetivo de desenvolver a formação e a qualificação profissional em áreas técnicas. 

A cerimônia aconteceu na Escola Municipal de Tempo Integral Caroline Campelo (Foto: Divulgação)