X

Política

PT muda estratégia e parte para o ataque a Bolsonaro

A decisão foi precipitada pela alta do capitão reformado nas sondagens eleitorais - segundo pesquisa do Datafolha

Folhapress

Publicado em 03/10/2018 às 21:01

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O PT decidiu partir para o ataque a Jair Bolsonaro (PSL-RJ) / Agência Brasil

O PT decidiu partir para o ataque a Jair Bolsonaro (PSL-RJ), disparando contra ele munição que estava armazenada para o segundo turno das eleições.

A decisão foi precipitada pela alta do capitão reformado nas sondagens eleitorais -segundo pesquisa do Datafolha divulgada na terça (2), ele chegou a 32% dos votos, o que aumenta as chances de liquidar a fatura já no primeiro turno das eleições. Bolsonaro passou a ganhar votos também em redutos petistas.

As pesquisas internas do PT já antecipavam o resultado. O partido decidiu então mudar a estratégia, que era até agora a de apresentar Fernando Haddad para o eleitorado como o "candidato do Lula".

Os ataques mais fortes contra o candidato do PSL vinham sendo feitos por Geraldo Alckmin (PSDB-SP), que tem mais tempo de televisão e disputa com ele os votos de centro-direita e de direita.

Um dos vídeos que começam a ser veiculados nesta quarta (3) pela campanha de Haddad diz que Bolsonaro "foi o único deputado que votou contra o fundo de combate à pobreza", "contra a valorização do salário mínimo" e os "direitos dos trabalhadores na reforma trabalhista de Temer".

Ao mesmo tempo, quando "foi para aumentar o próprio salário, ele votou a favor".

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Negou

Ex-prefeito Bili garante que não houve dolo e que vai recorrer de decisão

O juiz Leonardo de Mello Gonçalves, da Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), condenou o ex-prefeito Luis Cláudio Bili Lins da Silva por improbidade administrativa e dano ao erário

Itanhaém

Vamos ajudar? Banco de leite materno de Itanhaém precisa de doações

O alimento pode ser compartilhado para ajudar a salvar a vida de diversos bebês na UTI Neonatal

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter