PT acerta ao acompanhar agenda do PSDB, diz Aécio

O presidente do PSDB afirmou, entretanto, lamentar que as concessões ocorram com dez anos de atraso

Comentar
Compartilhar
22 NOV 201318h30

O presidente do PSDB e pré-candidato do partido à Presidência, senador Aécio Neves (MG), afirmou que os leilões dos aeroportos do Galeão (RJ) e Confins (MG), realizados na manhã desta sexta-feira, 22, mostram que, quando o PT acompanha a "agenda proposta" pelos tucanos, o partido acerta. O governo vai arrecadar R$ 20,839 bilhões pelo valor global do leilão, o que corresponde um ágio de 251,7% (diferença entre o lance mínimo exigido e o total arrecadado).

Aécio Neves disse, entretanto, lamentar que as concessões ocorram com dez anos de atraso. "Infelizmente, os grandes eventos que teremos no ano que vem não contarão com essas obras sequer iniciadas", afirmou.

Segundo o presidente do PSDB, o PT, partido que "demonizou" a participação do setor privado em aeroportos, portos, rodovias e ferrovias durante toda sua história, "se curva à realidade". "Mesmo assim, temos de saudar a conversão do PT à agenda da parceria com o setor privado, que está na alma, no cerne, da proposta que o PSDB tem defendido para o Brasil", destacou.