PSDB define prévias em SP em março e favorece Doria

O calendário era defendido pelo prefeito João Doria, que gostaria de definir a candidatura antes de se deixar a gestão municipal

Comentar
Compartilhar
20 FEV 2018Por Folhapress11h31
No início do mês, Doria pediu que o PSDB antecipasse a realização de préviasFoto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O PSDB de São Paulo anunciou que as prévias para a escolha do candidato a governador ocorrerão em março. Na reunião da executiva paulista do partido na noite desta segunda-feira (19), a votação foi de 16 a 8.

O calendário era defendido pelo prefeito João Doria, que gostaria de definir a candidatura antes de se deixar a gestão municipal. O prazo de desincompatibilização é no início de abril.

Segundo a executiva do PSDB paulista, o primeiro turno das prévias será em 18 de março, e o eventual segundo, no dia 25.

Os três outros pré-candidatos, José Aníbal, Luiz Felipe d'Ávila e Floriano Pesaro, chegaram a articular o adiamento da eleição interna. Se conseguissem efetivar o plano, obrigariam Doria a deixar a prefeitura sem garantia de candidatura.

No entanto, o grupo recuou após aceno do governador Geraldo Alckmin a Doria. Na sexta (16), em entrevista a José Luiz Datena, na rádio Bandeirantes, o tucano afirmou que as prévias para a definição do nome que disputará o governo paulista pelo seu partido "provavelmente ocorrerão agora no mês de março".

No início do mês, Doria pediu que o PSDB antecipasse a realização de prévias.

"Quando mais cedo, melhor. Assim, você estabelece claramente suas alianças e pode organizar melhor a campanha", disse o prefeito, acrescentando que sua participação nessas prévias "não está em discussão".