Presidente da Bolívia está em Cuba para visitar Hugo Chávez

Antes de embarcar, Morales adiantou que a visita ao “irmão comandante” para apoiar sua recuperação será rápida.

Comentar
Compartilhar
24 DEZ 201204h36

Diante das notícias da recuperação do presidente Hugo Chávez, divulgadas nos últimos dias pelo vice-presidente da Venezuela Nicolas Maduro, as visitas de apoio político de dirigentes da região foram retomadas. O presidente da Bolívia, Evo Morales, está em Havana, Cuba, para “incentivar” o líder do país vizinho.

Antes de embarcar, Morales adiantou que a visita ao “irmão comandante” para apoiar sua recuperação será rápida. Morales, que deixou o aeródromo de Cobija, capital do departamento amazônico de Pando, na noite de ontem (22), acompanhado pelo chanceler David Choquehuanca, deve retornar para a Bolívia ainda hoje (23).

Na última sexta-feira, o vice-presidente venezuelano informou que Chávez está se recuperando bem e está consciente. Hugo Chávez foi submetido à quarta cirurgia dos últimos 18 meses, para tratamento de um câncer na região pélvica descoberto no ano passado. Desta vez, Chávez sofreu uma hemorragia durante a cirurgia e infecção nas vias aéreas.

As complicações de saúde têm alimentado o debate sobre as condições de Chávez, reeleito em outubro, para assumir a presidência do país no próximo dia 10 de janeiro. A hipótese de um adiamento da posse é defendida por aliados e rechaçada pela oposição.

Pela Constituição da Venezuela, caso Chávez não tenha condições de tomar posse na data prevista, o presidente da Assembleia Nacional, Diosdato Cabello, deverá assumir o cargo até que um novo presidente seja eleito em pleito que deve ocorrer 30 dias depois da posse provisória.

O presidente da Bolívia, Evo Morales, está em Havana, Cuba, para “incentivar” o líder do país vizinho (Foto: Divulgação)