Prefeitura propõe novo reajuste de 6% ao funcionalismo

A Prefeitura encaminhou ontem aos sindicatos do funcionalismo municipal nova proposta salarial, que prevê 6% de reajuste sobre os vencimentos

Comentar
Compartilhar
18 JAN 201309h23

O índice apresentado inicialmente pela Administração era de 4,5%, já superior ao acumulado do IPCA (Índice de Preço ao Consumidor Amplo), em 2009, que corresponde a 4,31%. Após estudos realizados pela Secretaria de Finanças (Sefin) quanto à capacidade orçamentária e financeira do Município, foi definida a elevação do índice.

No ofício enviado aos sindicatos, a Secretaria de Gestão informa sobre o reajuste de 6%, bem como o percentual para o valor da cesta básica, de 9,38%. O benefício será de R$ 105, destinado-se a 5.928 servidores ativos e 1.400 aposentados que recebem até dois salários mínimos. E mais: correção de 9,09% sobre o auxílio alimentação, que passa a R$ 264, contemplando todas as categorias profissionais da Administração (10.432 funcionários).

Capep-Saúde

A proposta da Prefeitura prevê também alteração na Lei 2635/09, para que seja estendida por mais 12 meses a contribuição adicional da Prefeitura, correspondente a 1%, para a Capep-Saúde.

E, lembrando que ainda este mês será renovado o Conselho Administrativo da Capep-Saúde, a Administração informa a disposição de iniciar discussão com objetivo de viabilizar gestão moderna, eficar e transparente dos serviços prestados pela autarquia.