Por ordem médica, Cristina deixa Caracas antes de funeral de Chávez

Médico da presidente da Argentina recomendou que ela voltasse à Buenos Aires porque ela, provavelmente, sofreria com o calor durante a cerimônia

Comentar
Compartilhar
08 MAR 201313h42

 A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, deixou Caracas com destino a Buenos Aires nesta sexta-feira antes dos funerais de Hugo Chávez por recomendação de seu médico.

Cristina embarcou para a Caracas assim que recebeu a notícia da morte de Chávez e foi uma das primeiras chefes de Estado estrangeiras a chegar à Venezuela, mas seu médico recomendou que a ela que voltasse a Buenos Aires porque ela provavelmente teria problemas com o calor dos trópicos durante a cerimônia fúnebre.

Em uma série de mensagens publicada em sua conta no microblog Twitter assim que voltou para casa, Cristina qualificou Chávez como "o melhor amigo que a Argentina teve" e disse que sua ida a Caracas não foi meramente protocolar. "Eu não fui até lá dizer adeus a um presidente, mas a um camarada e a amigo", escreveu.

Na mesma série de mensagens, Cristina explicou que o médico recomendou a ela que evitasse o calor previsto para o horário da cerimônia fúnebre. As informações são da Associated Press.

Por ordens médicas, Cristina kirchner deixou a Venezuela nesta sexta-feira (8) (Foto: Divulgação)