PMDB quer convocar Tombini a depor na CPI da Petrobras

O requerimento, que ainda precisa ser votado pelos membros da comissão, foi apresentado nesta terça-feira, 24, pelo deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), suplente na CPI

Comentar
Compartilhar
24 MAR 201514h42

O PMDB quer convocar o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, para prestar depoimento à CPI da Petrobras. O requerimento, que ainda precisa ser votado pelos membros da comissão, foi apresentado nesta terça-feira, 24, pelo deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), suplente na CPI.

Para que Tombini seja convocado é preciso que o requerimento seja aprovado em plenário. O documento não está na pauta de votação prevista para ser apreciada na sessão deliberativa desta tarde.

Leia também:
Propinas em quatro contratos da Petrobras chegaram a R$ 136 milhões
Pesquisa mostra que 85% das pessoas ouviram falar sobre denúncias da Petrobras

O PMDB quer convocar Alexandre Tombini para prestar depoimento (Foto: Divulgação)

Na justificativa apresentada, Perondi afirma querer ouvir o presidente do Banco Central para que ele detalhe procedimentos de remessas de recursos para o exterior. O ex-gerente da estatal Pedro Barusco confessou ter mandado US$ 97 milhões para fora do País, montante que agora está sendo repatriado.

"O comparecimento do presidente do Banco Central a esta CPI é importante para detalhar os procedimentos adotados por esta instituição em relação às demais instituições financeiras quanto às remessas de recursos ao exterior, em especial quanto às pessoas físicas e jurídicas citadas no âmbito da Operação Lava Jato", afirma Perondi.