PF começa treinos antes de utilizar drones para fiscalizar as eleições

As imagens capturadas serão transmitidas a uma equipe da Polícia Federal

Comentar
Compartilhar
26 OUT 2020Por Da Reportagem13h05
O primeiro turno das eleições municipais está marcado para 15 de novembroFoto: Divulgação/PMSS

A Polícia Federal informa que deverá dar início nesta terça-feira-feira (27/10) a uma bateria de exercícios simulados com o uso de drones para o combate a crimes eleitorais nos dias das eleições municipais de 2020.

A utilização da ferramenta faz parte do plano nacional estratégico de uso de novas tecnologias para o combate e prevenção de ações criminosas. Mais de 100 aeronaves remotamente pilotadas serão utilizadas em todo o Brasil, com o objetivo de sobrevoar as principais zonas eleitorais do país, auxiliando na fiscalização contra crimes como boca de urna, compra de votos e transporte de eleitores.

A simulação contará com a presença do responsável pela operação no dia do pleito. Segundo a PF, os drones possuem câmeras capazes de realizar zoom suficiente para identificar suspeitos, placas de veículos, entregas de santinhos e situações de compra de votos, com imagens de alta nitidez.

As imagens capturadas serão transmitidas a uma equipe da PF que estará preparada para monitorar todas as eleições em todo território nacional, determinando a adoção as medidas cabíveis diante de atividades suspeitas, informou o órgão.

O primeiro turno das eleições municipais está marcado para 15 de novembro. O segundo turno, onde houver, ocorrerá em 29 de novembro. O horário de votação será sempre das 7h às 17h, no horário local.