X

Política

Pertence se reúne com Lula para decidir se deixa ou não a defesa do petista

Ele lembrou os laços de amizade com o petista e demonstrou-se contrariado com o fato de ter sido desautorizado publicamente após ter apresentado, em memorial, pedido de prisão domiciliar de Lula

Folhapress

Publicado em 20/07/2018 às 11:23

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Sepúlveda Pertence se reúne nesta sexta-feira (20) com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para decidir se permanece na equipe de defesa do petista / Divulgação/STF

Uma semana depois de manifestar seu descontentamento em carta, o ex-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) Sepúlveda Pertence se reúne nesta sexta-feira (20) com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para decidir se permanece na equipe de defesa do petista.

Na carta levada por seu filho à carceragem da PF, Pertence lembrou os laços de amizade com o petista e demonstrou-se contrariado com o fato de ter sido desautorizado publicamente após ter apresentado, em memorial, pedido de prisão domiciliar de Lula.

Antes mesmo de saber da iniciativa de Pertence, o advogado Cristiano Zanin tinha descartado, publicamente, qualquer pedido de prisão domiciliar por contrariar a orientação do ex-presidente.

Segundo aliados, Lula informou aos advogados que quer lutar por sua liberdade plena. Ainda segundo petistas, Lula afirma que não veria problemas em cumprir pena em casa, desde que não fosse o autor do pedido. 

A estratégia de Lula preocupa petistas, certos de que o ex-presidente teria mais poder de articulação em prisão domiciliar. Alguns petistas duvidam que Pertence tenha feito a proposta sem um sinal de chances de que fosse acolhida pela Justiça.

Advogado do PT e da pré-campanha petista, o ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão apoiou, na noite da segunda-feira (16), a estratégia adotada por Pertence em detrimento da tese de Zanin.

Embora Lula tenha dito a Aragão que discordava de um pedido de prisão domiciliar, o ex-ministro da Justiça afirmou que, do ponto de vista estratégico processual, Pertence estava certo.

"Na medida que Lula ficasse numa prisão domiciliar, ele teria condições de dar entrevista, condições de articular, de encontrar os amigos, ele teria mais liberdade do que estando lá naquele espaço", afirmou Aragão.

"A estratégia do ministro Sepúlveda Pertence foi o de comer pelas bordas e aos poucos ir liberando o regime dele. Acho perfeitamente legítimo. O advogado deve pensar nisso. É o interesse do cliente dele", acrescentou.

Para Aragão, é "melhor Lula em casa do que na Superintendência da PF em Curitiba em todos os sentidos".

"Até para mim. É mais perto ir de Brasília para São Paulo do que para Curitiba. E eu acho São Paulo mais interessante como cidade", brincou.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Cabe tudo! Ecovias fará operação para receber Triathlon e trânsito no domingo

Triathlon Internacional de Santos; Ecovias prepara operação especial para receber prova

Indenização

Morte de paciente gera nova condenação contra a Casa de Saúde de Santos

Desta vez, a decisão foi concedida na terça (20) após a instituição ter recorrido do veredicto anterior

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter