Para Serra, ação do Ministério Público pode dispensar CPI

"Se houver uma boa investigação do Ministério Público, já é satisfatório", disse Serra, durante evento em Campos do Jordão.

Comentar
Compartilhar
21 MAR 201421h40

Na contramão do pré-candidato à Presidência pelo PSDB, Aécio Neves, que convocou parlamentares para apoiar a criação de uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para investigar a Petrobras, o ex-governador tucano José Serra disse nesta sexta-feira que pode ser complicado instalar a CPI em ano eleitoral.

"Se houver uma boa investigação do Ministério Público, já é satisfatório", disse Serra, durante evento em Campos do Jordão (SP). "Se essa investigação (do Ministério Público) não andar direito, aí cabe uma CPI".

No mesmo evento, a ex-ministra Marina Silva (PSB) comentou o negócio de Pasadena. "É inacreditável que (Dilma Rousseff) tenha tomado uma decisão com base em informações incompletas e use isso para justificar o prejuízo", disse Marina, que se mostrou favorável à instalação da CPI.

José Serra disse que pode ser complicado instalar a CPI em ano eleitoral (Foto: Ciete Silvério)