Padilha diz que pesquisa que vale é a de outubro

O pré-candidato do PT ao governo de São Paulo disse que sua candidatura terá o maior arco de alianças que o PT já teve no Estado

Comentar
Compartilhar
21 JUN 201413h52

O pré-candidato do PT ao governo de São Paulo, Alexandre Padilha, afirmou neste sábado que não está preocupado com as pesquisas de intenção de voto que o aponta em terceiro lugar na corrida eleitoral. "Pesquisa que importa é a de outubro", afirmou ele, na chegada à convenção nacional do partido que oficializará a candidatura à reeleição da presidente Dilma Rousseff.

Padilha disse que sua candidatura terá o maior arco de alianças que o PT já teve no Estado. E que a campanha começa para valer em agosto.

O pré-candidato afirmou que ainda espera o PSD de Gilberto Kassab para fazer parte da sua coligação. Kassab estuda uma vaga de vice-governador ou ao Senado e sofre assédio do PT, do PMDB que lançou Paulo Skaf, segundo colocado nas pesquisas, e do PSDB do atual governador Geraldo Alckmin.

Para Padilha, o eventual desembarque do PTB da aliança nacional em nada muda sua estratégia de campanha. O PTB é aliado do PSDB no Estado.

(Foto: Christian Martins/Futura Press)