Oponentes de Chávez contestarão decisão sobre adiamento de posse

Políticos de oposição estão se preparando para apresentar um caso diante do tribunal de direitos humanos desafiando a decisão da Suprema Corte.

Comentar
Compartilhar
12 JAN 201317h49

Os políticos de oposição da Venezuela disseram que estão se preparando para apresentar um caso diante de um tribunal de direitos humanos para desafiar a decisão da Suprema Corte que permite um adiamento indefinido da posse do presidente Hugo Chávez.

O caso está sendo preparado por um grupo de políticos da coalizão da oposição. O advogado e membro da oposição Gerardo Blyde afirmou que não está claro ainda quando o caso será apresentado diante da Corte de Direitos Humanos Interamericana, sediada na Costa Rica.

Blyde anunciou os planos para o caso durante um encontro de partidários da oposição em Caracas onde os principais oponentes de Chávez denunciaram a decisão da Suprema Corte nesta semana. As informações são da Associated Press.

Hugo Chávez não pode tomar posse de seu quarto mandato, pois está em Cuba, onde está hospitalizado por conta de cirúrgia para retirada de um tumor na região pélvica, há um mês. (Foto: Divulgação)