Não vou dispersar energias, diz Aécio após críticas

"Não vou perder tempo com indelicadezas, espero que ele (Campos) possa fazer uma bela campanha, como fez um belo governo em Pernambuco", amenizou o senador

Comentar
Compartilhar
09 JUN 201413h58

 Provável candidato do PSDB à Presidência de República, o senador Aécio Neves disse, na manhã desta segunda-feira, 09, que não vai "dispersar energias" nem "perder tempo com indelicadezas", ao comentar críticas feitas por seu adversário na disputa Eduardo Campos, do PSB.

Em entrevista à Rádio Jornal, de Pernambuco, Aécio foi questionado sobre declaração de Campos, feita em um jantar com amigos, de que gosta de trabalhar, insinuando que o tucano não gosta. "Não vou perder tempo com indelicadezas, espero que ele (Campos) possa fazer uma bela campanha, como fez um belo governo em Pernambuco", amenizou Aécio. O tucano disse que o socialista "tem todas as credenciais para enfrentar essas eleições" e que sempre estimulou a candidatura de Campos, "ao contrário do PT".

Aécio falou à rádio, por telefone, da maternidade Perinatal, em Laranjeiras (zona sul), onde, na noite de sábado, 7, nasceu o casal de gêmeos prematuro Julia e Bernardo, filhos do senador. O tucano disse não ter motivos para romper a aliança com o PSB na eleição para o governo de Pernambuco, apesar de os socialistas terem rompido com o PSDB em Minas Gerais e optado por candidatura própria.

Em Pernambuco, os tucanos prometem apoiar a candidatura do ex-secretário de Fazenda Paulo Câmara (PSB) a governador. "Não tenho motivo para mudar meus compromissos, minha palavra foi dada. Jamais sacrificaria companheiros do partido por uma candidatura à Presidência", afirmou Aécio.

O senador prometeu, se eleito, criar um novo critério para reajuste dos aposentados que leve em conta o aumento do preço dos remédios. O tucano disse que "mais quatro anos do governo do PT será dramático para o Brasil".

Aécio estaria nesta segunda-feira no Recife, mas cancelou todos os compromissos para acompanhar a mulher, Letícia Weber, e os bebês, que continuam em acompanhamento clínico da UTI Neonatal da maternidade.

Nesta terça-feira, 10, o senador participa da convenção do PSDB-MG, em Belo Horizonte. "Vou ficar com minha esposa, acompanhando os primeiros dias de nossos filhos, que, se Deus quiser, vão sair bem dessa e crescer fortes e saudáveis", disse Aécio à rádio.