Não me confunda com Pedro Barusco, diz Duque

A reação provocou risos na plateia que acompanha a sessão. "Pelo menos consegui arrancar uma frase do senhor", ironizou Cortês, que é um dos sub-relatores da comissão

Comentar
Compartilhar
19 MAR 201513h55

Após uma hora e meia em silêncio na CPI da Petrobras, o ex-diretor de Engenharia e Serviço da Petrobras Renato Duque quebrou a sucessão de respostas idênticas aos parlamentares. Chamado por engano pelo deputado Altineu Cortês (PR-RJ) de Pedro Barusco (seu antigo subordinado na estatal), Duque reagiu imediatamente: "Não me confunda com Pedro Barusco".

A reação provocou risos na plateia que acompanha a sessão. "Pelo menos consegui arrancar uma frase do senhor", ironizou Cortês, que é um dos sub-relatores da comissão.

Utilizando-se da mesma estratégia dos demais parlamentares de tentar convencê-lo a falar, Altineu disse que Duque entrará para a história do País e se transformará em personagem de carnaval. "O senhor vai ser máscara no próximo Carnaval lá no Rio de Janeiro como um dos maiores corruptos do Brasil", afirmou o deputado.

Renato Duque quebrou a sucessão de respostas idênticas aos parlamentares (Foto: Reprodução/BNDES)

Ao lado do advogado, Duque se mantém com o semblante fechado e raramente muda sua feição. O ex-diretor responde a todas as perguntas dizendo que permanecerá em silêncio. "Calo-me por direito".