X
Política

Mulher de Ciro passa mal após saber de ataque a Bolsonaro

Gisele Bezerra recebeu a notícia por meio do deputado federal Wolney Queiroz (PDT)

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) discursava durante evento em Caruaru (PE) quando a sua mulher, Gisele Bezerra, recebeu a notícia, por meio do deputado federal Wolney Queiroz (PDT), de que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) havia sido esfaqueado.

Depois de alguns segundos, ela disse: "estou passando mal".

Assim que Ciro encerrou sua fala, ainda sem saber o que havia ocorrido, ela o puxou. "Meu amor, preciso falar com você. É sério."

Após ser avisado, Ciro fez uma expressão de preocupação e saiu do local às pressas, pelos fundos do palco, sem querer falar com a imprensa.

Minutos depois, nas redes sociais, lamentou o ocorrido.

"Repudio a violência como linguagem política, solidarizo-me com meu opositor e exijo que as autoridades identifiquem e punam os responsáveis por essa barbárie", disse.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Santos discute queda de Carille em reunião nesta segunda

POLÍCIA

Jovem é detido com 300 kg de maconha que ele entregaria para 'Boy'; entenda

De acordo com registro em boletim de ocorrência, o jovem, natural de Foz do Iguaçu, saia de estacionamento quando levantou a suspeita de PMs da Força Tática

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software