MP vai investigar visitas de políticos a Sérgio Cabral em Bangu 8

Ele foi preso no final do ano passado, acusado de corrupção e lavagem de dinheiro e, segundo o MP, teria recebido visitas de parlamentares fora do horário permitido

Comentar
Compartilhar
27 MAR 2017Por Folhapress19h30
O Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro vai investigar supostas irregularidades em visitas recebidas pelo ex-governador fluminense Sérgio CabralO Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro vai investigar supostas irregularidades em visitas recebidas pelo ex-governador fluminense Sérgio CabralFoto: Divulgação

O Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro vai investigar supostas irregularidades em visitas recebidas pelo ex-governador fluminense Sérgio Cabral, no Presídio Bangu 8, no complexo penitenciário de Gericinó (Bangu). As informações são da Agência Brasil.

Cabral foi preso no final do ano passado, acusado de corrupção e lavagem de dinheiro e, segundo o MP, teria recebido visitas de parlamentares fora do horário permitido para visitantes.

O MP informou que um promotor da área de Tutela Coletiva do órgão vai analisar os relatórios da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária com as informações sobre as visitas recebidas pelo ex-governador e verificar se houve irregularidades.

Caso isso seja confirmado, será instaurado um inquérito civil para apurar responsabilidades de deputados estaduais e agentes penitenciários. Se houver necessidade de investigar deputados federais, o caso será encaminhado ao Ministério Público Federal.

Por meio de nota, a assessoria de imprensa do filho de Sérgio Cabral, o deputado Marco Antônio Cabral (PMDB-RJ), informou que todas as visitas feitas ao pai foram legais e dentro das normas previstas.