X

Política

Mesmo preso, Eduardo Cunha recebia propina da JBS, diz delator

Nas gravações em vídeo, Saud respondeu positivamente com a cabeça à pergunta de que havia propina cobrada por Cunha para a liberação de financiamentos feitos com recursos do FI-FGTS

Folhapress

Publicado em 19/05/2017 às 22:30

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Mesmo preso, Eduardo Cunha recebia propina da JBS, diz delator / Divulgação

O lobista da JBS, Ricardo Saud, afirmou à Procuradoria-Geral da República que a JBS manteve os pagamentos de propina para o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB) mesmo ele estando na prisão em Curitiba (PR).

Nas gravações em vídeo, Saud respondeu positivamente com a cabeça à pergunta de que havia propina cobrada por Cunha para a liberação de financiamentos feitos com recursos do FI-FGTS, o bilionário fundo que investe em infraestrutura com recursos do trabalhador.

Ele afirmou que, neste caso, o dinheiro era pago para o operador Lúcio Funaro, que também está preso. "Era feito tudo com o Lúcio, que divida lá com a gangue dele lá."

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Oportunidade

Praia Grande oferece 50 vagas gratuitas para oficina de fotografia

Inscrições começam na próxima segunda (22), no Palácio das Artes

COPA DO BRASIL

Sorteio define mandos das semis da Copa do Brasil; veja quem decidirá em casa

É a primeira vez na história que uma competição de cunho nacional terá a decisão das semis sendo do eixo Rio-SP, com 2 de cada estado

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software