Mesa da Câmara de Santos é dada como definida

Dois dos cinco componentes da Mesa Diretora exercerão suas primeiras legislaturas.

Comentar
Compartilhar
13 DEZ 201212h04

‘Alea jacta est’. A expressão em latim, cuja tradução é ‘a sorte está lançada’, pode ser aplicada à definição da Mesa Diretora da Câmara para o biênio 2013/2014. Caso não passe nenhuma tormenta no Castelinho (sede do Legislativo santista) até 1º de janeiro, data da definição, já estão escolhidos os cinco membros da Mesa Diretora.

Fontes da Câmara ouvidas pelo Diário do Litoral apontam a seguinte formação: presidente, Sadao Nakai (PSDB); primeiro secretário, Professor Kenny (DEM); segundo secretário, Roberto Oliveira Teixeira, o Pastor Roberto (PMDB); primeiro vice-presidente, Benedito Furtado (PSB);  e segundo vice-presidente, Murilo Barletta (PR).
 
Os cargos de maior importância são presidente, primeiro e segundo secretários. A eles cabem decisões administrativas. Os demais cargos – primeiro e segundo vice-presidentes – são considerados mais ‘decorativos’.
 
Da esquerda para a direita: o vereador reeleito Sadao tende a ser o presidente;  Professor Kenny tem lugar garantido como secretário; Pastor Roberto será, possivelmente, o segundo secretário; Benedito Furtado deverá ser o vice-presidente; Murilo Barletta é cotado para assumir a segunda vice-presidência. (Fotos: Divulgação)
 
A formação da próxima Mesa Diretora respeita a proporcionalidade dos partidos com assento no Legislativo. O PSDB terá o presidente porque foi o que mais elegeu vereadores, seis. Ao PMDB é reservado posto de destaque por ser a segunda maior força, com quatro parlamentares.
 
A coligação DEM/PTB também encontrou seu espaço por ter feito três vereadores. Já a presença de Benedito Furtado (PSB) garantiria experiência na Mesa Diretora, por ele ser o primeiro secretário nesta formação do Legislativo e, dessa forma, conhecer as principais questões administrativas da Câmara.
 
A tradição recente do Legislativo santista de formar chapa única para a Mesa Diretora vai se consolidando a 19 dias da definição. Os vereadores terão apenas dois dias de trabalho: hoje, às 18 horas, será realizada a última sessão ordinária e, amanhã, às 15 horas, a última sessão extraordinária. Depois entram em recesso até 1° de janeiro para a posse e eleição da Mesa Diretora.
 
Lascane, o próximo
 
Sadao vem se consolidando como o nome mais forte para a Presidência da Câmara desde a eleição de outubro, quando foi o mais votado, com 6.253 votos.
Em novembro, fez barulho uma possível candidatura de José Lascane (PSDB), mas ela perdeu consistência já no começo deste mês.  Com essa mudança, alguns vereadores apontam Lascane como o provável presidente para o biênio 2015/2016.
 
Isso faria o experiente vereador, que vai para o sétimo mandato, fechar sua carreira legislativa com chave de ouro. O tucano já avisou que vai para o seu último mandato.
 
Voo de galinha
 
Já a pretensão de Ademir Pestana (PSDB) em se colocar como postulante a presidente foi vista como voo de galinha, sem rumo e sem força.