Meirelles diz acreditar que haja clima para aprovação de reforma em novembro

O ministro da Fazenda voltou a defender que a reforma interessa não só ao País, mas a todos

Comentar
Compartilhar
25 OUT 2017Por Estadão Conteúdo00h30
Meirelles espera que a reforma previdenciária saia em novembroMeirelles espera que a reforma previdenciária saia em novembroFoto: Agência Brasil

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse nesta terça-feira, 24, acreditar que haja clima para que a reforma da Previdência seja aprovada na segunda quinzena da novembro. Embora até mesmo parte significativa dos analistas do mercado já não conte mais com a aprovação da reforma neste ano, Meirelles segue afirmando que a aprovação pode acontecer no mês que vem.

Meirelles, que participou nesta terça de almoço com empresários organizado pela Câmara de Comércio França-Brasil, disse por várias vezes durante seu discurso que espera a reforma previdenciária em novembro.

Depois, em conversa com os jornalistas, voltou a fazer a mesma afirmação. Questionado se vê "clima político" para a aprovação da PEC, Meirelles disse que sim. "Acredito que sim. Pelo que temos conversado com parlamentares, a reforma deverá ser votada na segunda quinzena", comentou.

O ministro voltou a defender que a reforma interessa não só ao País, mas a todos "na medida em que, se não for feita agora, terá de ser feita pelo próximo governo, que entraria com esse desafio", destacou.

Meirelles acrescentou que o mais importante é que a reforma trabalhista e a TLP foram aprovadas, que o Cadastro Positivo está em andamento e que o Brasil ingressou em uma trajetória de crescimento sustentável e sólida.