Marisa Letícia tem morte cerebral e família autoriza doação de órgãos

Segundo boletim médico, foi realizado um doppler transcraniano que identificou a ausência de fluxo cerebral na paciente

Comentar
Compartilhar
02 FEV 2017Por Agência Brasil10h42
A ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, 66 anos, teve morte cerebral hoje (2)Foto: Divulgação

A ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, 66 anos, teve morte cerebral hoje (2). Ela está na unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Sírio-Libanês desde o dia 24 de janeiro.

Segundo boletim médico, foi realizado um doppler transcraniano que identificou a ausência de fluxo cerebral na paciente. Diante do resultado e com autorização da família, foram iniciados os procedimentos preparativos para a doação de órgãos.

A ex-primeira-dama foi internada após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico. Marisa foi acompanhada pelas equipes coordenadas pelos médicos Roberto Kalil Filho, Milberto Scaff, Marcos Stávale e José Guilherme Caldas.

Doação de órgãos

Em uma postagem na página oficial do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na manhã desta quinta-feira (2), a família de Marisa Letícia informou que autorizou os procedimentos para a doação dos órgãos da ex-primeira dama. 

A família ainda agradeceu por todas as manifestações de carinho e solidariedade recebido ao longo dos 10 dias em que Dona Marisa esteve internada.