Mandela passa por mais exames em hospital

Comunicado do gabinete do presidente Jacob Zuma diz que o líder antiapartheid está 'em boas mãos'

Comentar
Compartilhar
11 DEZ 201211h38

Nelson Mandela, o ex-presidente sul-africano, de 94 anos, foi submetido a mais exames no hospital nesta segunda-feira (10) depois de um bom descanso em sua segunda noite internado, informou o governo africano.

Um comunicado do gabinete do presidente Jacob Zuma, que visitou o Mandela no domingo (9), não deu outros detalhes além de dizer que "o presidente Mandela teve uma boa noite" e estava "em boas mãos". Ele também agradeceu ao público por suas mensagens de apoio.

O ministro da Defesa, Nosiviwe Mapisa-Nqakula, disse a jornalistas depois de visitar Mandela no hospital 1 Military, em Pretória, que ele estava "muito, muito bem". O Exército é responsável pela saúde dos presidentes e ex-presidentes sul-africanos.

Nelson Mandela, de 94 anos, está internado desde sábado (10). As causas não foram divulgadas. (Foto: Divulgação)

Mandela, primeiro presidente negro da África do Sul e um símbolo mundial de resistência ao racismo e à injustiça, passou 27 anos nas prisões do apartheid, incluindo 18 anos na Ilha Robben, na costa da Cidade do Cabo.

Ele foi libertado em 1990 e eleito presidente em uma eleição histórica de todas as raças em 1994, que terminou com o regime da minoria branca na economia mais importante da África.

Mandela usou seu prestígio inigualável para pressionar pela reconciliação entre brancos e negros, criando uma comissão para investigar crimes cometidos por ambos os lados na luta antiapartheid.

Colunas

Contraponto