Maluf tem alta e segue para cumprir prisão domiciliar em São Paulo

Maluf estava internado desde a madrugada de quarta-feira (28) no hospital Home, em Brasília. Ele deixou a unidade de cadeira de rodas, segundo familiares de pacientes internados no hospital.

Comentar
Compartilhar
30 MAR 2018Por Folhapress18h43
O parlamentar estava preso desde dezembro na Papuda, em Brasília.Foto: Fotos Públicas/Divulgação

O deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) teve alta nesta sexta-feira (30). Ele irá para São Paulo acompanhado de um médico da família para cumprir prisão domiciliar.

Maluf estava internado desde a madrugada de quarta-feira (28) no hospital Home, em Brasília. Ele deixou a unidade de cadeira de rodas, segundo familiares de pacientes internados no hospital.

O parlamentar deu entrada na unidade com forte dor lombar e passou por um procedimento de infiltração de corticoides na coluna. 

Na quarta, o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Dias Toffoli concedeu que Maluf cumpra prisão domiciliar.

Na decisão, Toffoli afirma que a defesa de Maluf apresentou documentos que comprovam que o deputado "passa por graves problemas relacionados à sua saúde no cárcere".

O parlamentar estava preso desde dezembro na Papuda, em Brasília. 

Em maio de 2017, Maluf foi condenado pela primeira turma do STF a sete anos, nove meses e dez dias de prisão em regime fechado por crimes de lavagem de dinheiro. Ele também foi condenado à perda do mandato.

De acordo com a denúncia, enquanto era prefeito de São Paulo (1993 a 1996), Maluf ocultou e dissimulou dinheiro desviado da construção da avenida Água Espraiada (atualmente chamada de avenida Roberto Marinho).