X
Política

Maluf não deixará hospital em Brasília nesta quinta-feira, afirma Kakay

O parlamentar está preso desde o dia 20 de dezembro, condenado a 7 anos, 9 meses e 10 dias por lavagem de dinheiro

Maluf não deixará hospital em Brasília nesta quinta-feira, afirma Kakay / Leonardo Prado/Câmara dos Deputados

O advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, disse nesta quinta-feira, 29, ao Broadcast Político que ainda não há previsão de quando será a transferência do deputado Paulo Maluf (PP-SP), de 86 anos, para a prisão domiciliar, em São Paulo.

"Hoje (quinta-feira) certamente ele não sairá. Não tem prevista ainda, mas certamente não será hoje", disse Kakay à reportagem. O advogado conversou mais cedo com Maluf, que estava sendo atendido por dois médicos na hora do telefonema.

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu na quarta-feira, 28, uma liminar autorizando a transferência de Maluf da ala de idosos do Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, para a prisão domiciliar.

O parlamentar está preso desde o dia 20 de dezembro, condenado a 7 anos, 9 meses e 10 dias por lavagem de dinheiro.

Hospital

Maluf foi levado da Papuda para um hospital particular em Brasília depois de passar mal. O parlamentar foi submetido a um procedimento de infiltração de corticoide na coluna lombar para aliviar as dores causadas por uma hérnia de disco, que tem limitado sua mobilidade. Peritos do Instituto Médico Legal do Distrito Federal acompanharam o procedimento.

Quando o aval para deixar o hospital for dado pelos médicos que acompanham seu quadro de saúde, Maluf vai para São Paulo, onde cumprirá prisão domiciliar. O hospital deve divulgar um boletim médico ainda nesta quinta-feira.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

Anvisa aguarda dados da Pfizer sobre variante delta para decidir sobre vacina para crianças

Ministério da Saúde prevê, no plano de vacinação do próximo ano, imunizar 70 milhões de crianças, o que depende de aprovação da agência

Saúde

Cubatão reduz para 4 meses o intervalo da dose adicional da vacina

A nova orientação vale para todas as pessoas a partir de 18 anos que tomaram as duas doses há pelo menos 120 dias

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software