Lula visita obras no Maracanã e promete ir na reinauguração

Na reinauguração, o ex-presidente disse que aplaudiria não apenas as seleções, mas também os trabalhadores responsáveis pela obra

Comentar
Compartilhar
28 FEV 201315h16

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), e o vice-governador do Estado, Luiz Fernando Pezão (PMDB), fizeram na manhã desta quinta-feira (28) uma visita secreta às obras do Estádio do Maracanã, que está sendo reformado para a disputa da Copa das Confederações, em junho, e da Copa do Mundo de 2014.

Eles chegaram ao canteiro de obras do estádio às 7h15 e ficaram até as 8h30. A programação não estava na agenda oficial do governador distribuída pela assessoria de imprensa do governo. Lula fez um discurso para os operários e prometeu ir ao jogo oficial de reabertura do Maracanã, o amistoso entre Brasil e Inglaterra, marcado para 2 de junho.

Na reinauguração, o ex-presidente disse que aplaudiria não apenas as seleções do Brasil e da Inglaterra, que vão se enfrentar no primeiro jogo após a reforma no estádio, mas também os trabalhadores responsáveis pela obra.

Ele também elogiou Sérgio Cabral por ter dialogado com os operários da obra do Maracanã, que ameaçavam fazer greve há duas semanas, mas desistiram depois de ter parte das reivindicações atendida. "Não é qualquer governador no Brasil que tem liberdade para vir aqui, sem segurança, no meio dos trabalhadores, conversar com vocês", disse Lula.

Lula exalta operários e diz que estará na estreia do Maracanã para aplaudir um por um dos trabalhadores (Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula / Divulgação)

Lula ainda rejeitou as avaliações pessimistas sobre a preparação brasileira para a Copa de 2014. "Até há seis meses a gente ouvia dizer 'A Copa do Mundo vai ser um fracasso, o Brasil não está preparado'. Eu digo: 'Nunca mais ousem duvidar da capacidade dos trabalhadores da construção civil desse País, que vão construir os melhores estádios'", discursou o ex-presidente.

A reforma do Maracanã é a mais atrasada para a Copa das Confederações, que começa em 15 de junho. O estádio receberá seu primeiro jogo da competição no dia 16 (México x Itália), outro no dia 20 (Espanha x Taiti) e a final, em 30 de junho. Segundo o governo estadual, o estádio ficará pronto em abril, dentro do prazo estipulado para ser entregue à Fifa.