X
Política

Lula chora e grava áudio para vídeo que será divulgado pelo PT após prisão

Quem presenciou a cena atribuiu o choro ao tom emotivo da animação na qual Lula, em primeira pessoa, conta sua história desde a fuga da fome em Pernambuco em um caminhão pau-de-arara ao lado da mãe, dona Lindu, e cinco irmãos, até a trajetória como líder

Várias pessoas que estava na sala de gravação também foram aos prantos junto com o ex-presidente. / Divulgação/Fotos Públicas

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva gravou a locução para um vídeo de animação produzido pelo PT para ser divulgado depois que o petista estiver preso. Segundo pessoas que acompanharam a gravação, os trabalhos foram interrompidos diversas vezes. A cada frase a voz de Lula ficava embargada. Conforme as informações, em ao menos uma dessas vezes ele chorou.

Quem presenciou a cena atribuiu o choro ao tom emotivo da animação na qual Lula, em primeira pessoa, conta sua história desde a fuga da fome em Pernambuco em um caminhão pau-de-arara ao lado da mãe, dona Lindu, e cinco irmãos, até a trajetória como líder sindical, a fundação do PT e a chegada à Presidência da República. "Não tenho medo do que vem no futuro", diz Lula no vídeo.

Várias pessoas que estava na sala de gravação também foram aos prantos junto com o ex-presidente. Diversos parentes de Lula estiveram na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP) na sexta-feira (6), onde ele está. Entre eles, os irmãos Frei Chico, Vavá (em uma cadeira de rodas em razão de uma perna amputada em decorrência de diabetes) e Maria. Os filhos Fábio Lula e Lurian também estavam com o pai e passaram a madrugada dormindo com ele.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Praia Grande

Golfinho é encontrado morto na orla de Praia Grande

Mamífero foi encontrado em avançado estado de decomposição por um pescador, que acionou as autoridades

Polícia

Câmera registra 1º caso de PMs de SP matando suspeito desarmado

Existem ainda outros dois casos semelhantes em andamento sendo analisados, mas ainda sem conclusão

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software