Banner gripe

Lascane faz sombra a Sadao

Fator emocional impulsiona candidatura do vereador que vai para o 7º e último mandato

Comentar
Compartilhar
16 NOV 201210h47

O favoristismo do vereador reeleito Sadao Nakai (PSDB) na disputa pela Presidência da Câmara de Santos já foi maior. A menos de 45 dias dessa definição, marcada para a tarde de 1º de janeiro, após a posse do prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), o experiente vereador José Lascane (PSDB) começa a “fazer sombra” a Sadao. 

Desde que foram apurados os votos em 7 de outubro, Sadao Nakai despontou como o favorito para suceder Manoel Constantino (PMDB) na Presidência do Legislativo. Basicamente por dois motivos: foi o mais votado, com 6.253 votos, e é considerado rigoroso em  seus atos. Rigidez em suas ações é também uma marca de Lascane, cujas “qualidades” começam a ser destacadas por seus pares.
 
A questão “sentimental” pesa a favor de Lascane, reeleito com 2.730 votos. A Presidência da Câmara seria um reconhecimento a Lascane de seus pares por ele ter anunciado que o próximo será seu último mandato - o sétimo seguido. O tucano, de 66 anos, entrou no Legislativo santista em 1989 e desde então nunca mais saiu. Já Sadao vai para seu segundo mandato.
 
Sucessor de Manoel Constantino (PMDB) será escolhido em 1º de janeiro (Foto: Luiz Torres/DL)
 
A disputa por uma indicação a candidato a deputado estadual também “interfere” a favor de Lascane. Uma concentração de esforços da bancada tucana — a maior da próxima legislatura, com seis membros — deixaria terreno fértil no PSDB para Sadao Nakai ser anunciado como o candidato da legenda para deputado estadual daqui a dois anos.
 
Apoio do PMDB
 
E dois peemedebistas experientes, reconhecendo que a Presidência deve mesmo ficar com o PSDB, também veem com bons olhos a indicação de Lascane para comandar a Mesa Diretora da Câmara.

Colunas

Contraponto