'Laranja podre vai cair', diz Alexandre Frota sobre investigações no PSL

Ele afirmou que o presidente do PSL, deputado federal Luciano Bivar (PE), terá de se entender com 'os envolvidos'

Comentar
Compartilhar
13 FEV 2019Por Folhapress19h30
Alexandre Frota afirmou que o seu partido, PSL, 'não passará a mão na cabeça de bandido'Foto: Agência Brasil

O deputado federal por São Paulo Alexandre Frota afirmou nesta quarta-feira (13) que o seu partido, PSL, "não passará a mão na cabeça de bandido" no caso das candidaturas laranjas revelado pela Folha de S.Paulo.

"Ontem [terça (12)], a maioria dos partidos de esquerda que subiram aqui [na tribuna da Câmara] falou que o PSL é um partido de laranjas. O PSL não é um partido de laranjas", rebateu Frota.

"Qualquer secretário, deputado, ministro envolvido em qualquer coisa, essa laranja podre vai cair", continuou.

Ele afirmou que o presidente do PSL, deputado federal Luciano Bivar (PE), terá de se entender com "os envolvidos".

"Se tiver algo, tem que ser apurado e penalizado independente de quem for", concluiu Frota.

Reportagem da Folha deste domingo (10) revelou que o grupo do atual presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), recém-eleito segundo vice-presidente da Câmara dos Deputados, criou uma candidata laranja em Pernambuco que recebeu do partido R$ 400 mil de dinheiro público na eleição de 2018.

O dinheiro foi liberado pelo ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gustavo Bebianno, que foi responsabilizado pelo presidente Jair Bolsonaro pela escalada da crise.

Bebianno presidiu o PSL no período eleitoral, mas diz ter se ocupado apenas da eleição de Bolsonaro e candidaturas pontuais.

O presidente quer uma solução rápida para o caso, discutiu com o ministro e o fez cancelar agendas, o que aumentou a pressão entre aliados para que Bebianno peça para sair do governo.

Nesta quarta, o vereador Carlos Bolsonaro (PSL-RJ) afirmou que Bebianno mentiu ao dizer que conversou três vezes com seu pai, o presidente Bolsonaro, no dia anterior.

"Ontem estive 24h do dia ao lado do meu pai e afirmo: 'É uma mentira absoluta de Gustavo Bebbiano [sic] que ontem teria falado 3 vezes com Jair Bolsonaro para tratar do assunto citado pelo Globo e retransmitido pelo Antagonista'."

A afirmação do filho do presidente foi feita na conta do vereador no Twitter, em referência a recente entrevista do ministro ao jornal O Globo, na qual Bebianno disse: "Não existe crise nenhuma. Só hoje falei três vezes com o presidente".

Minutos depois, o filho do presidente adicionou um áudio de Bolsonaro, no qual o presidente se nega a atender uma ligação do ministro. 

Colunas

Contraponto