X
Política

Justiça bloqueia R$ 38 mi de Cabral achados em fundo de investimento

Os recursos estavam num fundo sob gestão da instituição financeira Bem DTVM, vinculada ao Bradesco

A Justiça Federal no Rio determinou o bloqueio de R$ 38,5 milhões em fundo de investimentos em nome do ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) / EBC

A Justiça Federal no Rio determinou o bloqueio de R$ 38,5 milhões em fundo de investimentos em nome do ex-governador Sérgio Cabral (PMDB). Os valores foram descobertos pelo Coaf (Controle de Atividades Financeiras).

Os recursos estavam num fundo sob gestão da instituição financeira Bem DTVM, vinculada ao Bradesco. O caso foi revelado nesta sexta-feira (13) pelo jornal "O Globo".

No fim de novembro, quando a Justiça determinou os bloqueios das contas dos acusados na Operação Calicute, os bancos informaram que o ex-governador tinha apenas R$ 454 depositados. Já a ex-primeira-dama Adriana Ancelmo tinha R$ 10 milhões em conta.

Os dois estão presos sob a acusação de obter propinas em obras públicas no Estado.

O valor encontrado, contudo, ainda não perfaz todo o bloqueio exigido pelo juiz Marcelo Bretas. O magistrado havia determinado a localização de até R$ 224 milhões em bens, valor estimado do desvio em obras públicas.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Futebol

Recuperado da covid-19, Carille comanda treino, mas não irá a campo neste sábado

Carille só poderá comandar o Santos no clássico contra o Corinthians, na próxima quarta-feira, às 21h35, na Neo Química Arena, em São Paulo, pela terceira rodada do Estadual

Polícia

130 kg de cocaína são apreendidos durante operação no Porto de Santos

A droga só pôde ser acessada com o auxílio de mergulhadores

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software