X

Política

Ibope: Bolsonaro tem 57% dos votos válidos e Haddad, 43%

Candidato do PSL oscila dois pontos porcentuais para baixo e vantagem para petista cai de 18 para 14 pontos

Estadão Conteúdo

Publicado em 23/10/2018 às 20:56

Atualizado em 23/10/2018 às 20:58

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Bolsonaro e Haddad disputam o 2º turno das eleições 2018 / Divulgação

A cinco dias da eleição presidencial, o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, tem 57% das intenções de voto, contra 43% de Fernando Haddad (PT), segundo pesquisa Ibope/Estado/TV Globo divulgada nesta terça-feira, 23.

Desde o último dia 15, Bolsonaro oscilou dois pontos porcentuais para baixo (tinha 59%), e Haddad oscilou dois para cima (tinha 41%). As duas variações estão dentro da margem de erro. A vantagem do candidato do PSL passou de 18 para 14 pontos porcentuais.

Os números consideram apenas os votos válidos, ou seja, excluem os nulos, brancos e indecisos. Levando em conta o eleitorado total, a taxa de Bolsonaro passou de 52% para 50%, enquanto a preferência por Haddad se manteve estável em 37%. Há ainda 10% dispostos a anular ou votar em branco, e 3% que não souberam responder.

Na pesquisa espontânea, na qual os eleitores indicam sua opção antes de receber um disco de papel com os nomes dos candidatos, Bolsonaro lidera por 42% a 33%. Na pesquisa anterior, o placar era de 47% a 31%  –  ou seja, a vantagem caiu de 16 pontos para 9.

No primeiro turno da eleição presidencial, realizado no dia 7, o candidato do PSL ficou à frente do principal adversário por 46% a 29%.

O Ibope ouviu 3.010 eleitores nos dias 21 a 23 de outubro. A margem de erro é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos, e o intervalo de confiança é de 95%. Isso significa que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro. O registro na Justiça Eleitoral foi feito sob o protocolo BR?07272/2018. Os contratantes foram o Estado e a TV Globo.
Em São Paulo, Bolsonaro tem 64% contra 36% de Haddad

Se a eleição presidencial ocorresse apenas no Estado de São Paulo, Jair Bolsonaro venceria o ex-prefeito da capital paulista Fernando Haddad por 64% a 36% dos votos válidos, segundo o Ibope. Os números mostram oscilação positiva de um ponto para o candidato do PSL em relação ao levantamento anterior, enquanto o petista oscilou um para baixo.

Quando são considerados os votos totais — ou seja, incluindo os brancos e nulos —, Bolsonaro pontua 54%, contra 31% de Haddad. Neste cenário, ambos oscilaram um ponto para baixo em comparação com a última pesquisa, divulgada no dia 17 de outubro. Brancos e nulos somam 11%, enquanto 3% não sabem ou não responderam.

No primeiro turno, o candidato do PSL teve vitória esmagadora no Estado, com 53%. Haddad ficou em segundo lugar, com 16,4%. Bolsonaro quebrou a hegemonia histórica do PSDB em São Paulo. O ex-governador Geraldo Alckmin ficou em quarto lugar na disputa, com apenas 9,5%.

 

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Mercado Dia faz queima de estoque com descontos de até 90% na Baixada; veja endereços

Em março, a rede anunciou o fechamento de 340 lojas no País. Na Região, o fechamento atingiu mais de 25 unidades

Cotidiano

Trabalhadores portuários protestam em Santos

Inicialmente, a paralisação será de 6 horas, indo das 7h até as 13h.

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter