Governo não contestará recursos enxutos para Comunicação, diz Bolsonaro

Segundo ele, o governo deve realizar cortes também em outras áreas

Comentar
Compartilhar
21 DEZ 2018Por Folhapress10h30
Bolsonaro ainda disse que diversos contratos serão reavaliados e que pretende reduzir ainda mais esses recursos em 2020Bolsonaro ainda disse que diversos contratos serão reavaliados e que pretende reduzir ainda mais esses recursos em 2020Foto: Divulgação

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), afirmou nesta sexta-feira (21) em rede social que não contestará o orçamento enxuto aprovado pelo Congresso para a Secom (Secretaria de Comunicação Social), que entre outras funções cuida da divulgação de ações do governo e relacionamento com jornalistas.

"O Congresso aprovou orçamento de R$ 150 milhões para a Secretaria de Comunicação Social em 2019, um corte de 45,8% do valor proposto pelo atual governo", disse em sua conta no Facebook. "Informo que nosso governo não irá pleitear qualquer aumento no orçamento e trabalhará com o valor aprovado".

Bolsonaro ainda disse que diversos contratos serão reavaliados e que pretende reduzir ainda mais esses recursos em 2020.

"Revisaremos diversos contratos e reavaliaremos o quadro pessoal da Secom a fim de reduzir ainda mais o orçamento para 2020."

Segundo ele, o governo deve realizar cortes também em outras áreas. "Vamos mostrar, nesta e em outras áreas, na prática os benefícios da correta aplicação de recursos públicos."