Governo espera presença de 77 senadores para aprovar Fachin, diz Pimentel

O líder do governo no Congresso Nacional disse que o presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL) não está dificultando a votação

Comentar
Compartilhar
19 MAI 201515h34

O líder do governo no Congresso Nacional, senador José Pimentel (PT-CE), disse que o governo espera a aprovação do advogado Luiz Edson Fachin para compor o Supremo Tribunal Federal (STF) sem grandes problemas de quórum no plenário do Senado.

"O que está sendo feito é uma checagem da presença dos senadores. De 81 senadores, 77 confirmaram que estariam presentes", disse. "Para aprovar o mínimo são 41 votos. Acho que isso tem", afirmou.

Pimentel, que comentou a votação da indicação de Fachin ao sair de uma reunião de líderes da base com o vice-presidente Michel Temer, disse que o presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL) não está dificultando a votação.

Os rumores são de que Renan ameaça esvaziar o quórum da sessão para dificultar a aprovação do indicado da presidente Dilma Rousseff ao STF. "O presidente Renan, nessa matéria, não está criando nenhum problema", disse Pimentel.

Segundo Pimentel, o Governo espera presença de 77 senadores para aprovar Fachin (Foto: Agência Senado)