X

Política

Gleisi e Haddad viajam a Curitiba para ouvir Lula sobre vice do PT

A lei eleitoral determina que a oficialização da chapa deve ser feita até 24 horas após o fim do prazo das convenções partidárias

Folhapress

Publicado em 03/08/2018 às 20:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Lula será consultado sobre o nome que será indicado pelo partido até este sábado (4) para a vaga de vice / Ricardo Stuckert/Instituto Lula

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann (PR), e o ex-prefeito Fernando Haddad decidiram viajar na tarde desta sexta (3) a Curitiba para consultar o ex-presidente Lula sobre o nome que será indicado pelo partido até este sábado (4) para a vaga de vice na chapa ao Planalto.

A lei eleitoral determina que a oficialização da chapa deve ser feita até 24 horas após o fim do prazo das convenções partidárias, no próximo domingo (5), contrariando os planos iniciais de Lula e do PT, que queriam indicar os nomes somente no registro das candidaturas, em 15 de agosto, para evitar desgaste e especulações sobre uma possível alternativa ao ex-presidente.

O tesoureiro da sigla, Emídio de Souza, acompanhou ambos na viagem.

Haddad é um dos cotados como plano B do PT caso Lula seja impedido de concorrer em outubro. Nos últimos dias, o nome de Gleisi ganhou força entre alguns setores da sigla para assumir o posto, e não rechaça a ideia, mas sofre resistência de outras tantas alas petistas.

Gleisi afirmou nesta sexta-feira (3) que o PT decidirá somente no sábado (4), durante a convenção nacional do partido, qual será o vice na chapa virtual de Lula -que deve ser impugnada com base na Lei da Ficha Limpa.

As opções do PT, que serão levadas para a decisão de Lula, são as seguintes: indicar Manuela D'Ávila (PC do B) para o posto, que deve ser a vice na chapa real do PT na sucessão de Michel Temer; escolher Haddad ou Gleisi para a vaga, passível de substituição a até 20 dias da eleição; ou ainda escolher uma espécie de tampão, um nome que não levantaria expectativas sobre plano B mas também pronto para a troca durante o processo.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Santos

Feira Santo Pet vai até este sábado, em Santos

Evento também conta com plantão de adoção da Coordenadoria de Defesa da Vida Animal (Codevida)

Cotidiano

Motorista enfrenta trânsito lento e congestionado nesta sexta-feira

Os motoristas que estão utilizando as rodovias da Região, enfrentam lentidão para chegar em seus respectivos destinos

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter