Fernando Lugo confirma que será candidato ao Senado paraguaio

A iniciativa foi confirmada hoje (2) durante reunião de Lugo, em Quito, com o presidente do Equador, Rafael Correa.

Comentar
Compartilhar
02 JAN 201319h01

O ex-presidente do Paraguai, Fernando Lugo, que deixou o governo após sofrer um impeachment, encabeça a lista dos candidatos ao Senado pela Frente de Esquerda do país, denominada Frente Guasu. A iniciativa foi confirmada hoje (2) durante reunião de Lugo, em Quito, com o presidente do Equador, Rafael Correa. Eles também conversaram sobre o estado de saúde do presidente venezuelano, Hugo Chávez.

Na reunião, Lugo lembrou que há dois anos conseguiu eliminar a ameaça do câncer, depois de um longo tratamento. O ex-presidente paraguaio se submeteu a um tratamento no Brasil e no Paraguai. Ele teve o diagnóstico de um linfoma.

O político paraguaio destacou que em 21 de abril haverá eleições presidenciais e parlamentares no seu país. Pela Frente Guasu deve ser candidato à Presidência da República Aníbal Carrillo, com Luis Aguayo indicado como vice-presidente.

Lugo foi destituído do poder em 22 de junho. Para os líderes políticos sul-americanos, o processo de destituição do poder ocorreu em meio ao rompimento da ordem da democrática. Em decorrência das irregularidades, o Paraguai foi suspenso do Mercosul e da União de Nações Sul-Americanas (Unasul).

Lugo sofreu impeachment e foi destituído do poder em 22 de junho (Foto: Divulgação)