Ex-secretário de Kassab nega envolvimento com fraude

Em nota, o secretário ressaltou que os fatos apontados nas investigações, "caso sejam comprovados", foram "praticados por servidores públicos municipais concursados"

Comentar
Compartilhar
30 OUT 201317h40

Ex-secretário de Finanças de São Paulo na gestão de Gilberto Kassab, o atual secretário da Fazenda de Salvador, Mauro Ricardo Costa, negou envolvimento com o esquema de fraudes apontado pela Operação Acerto de Contas, do Ministério Público paulista, e disse esperar "que a Justiça cumpra seu papel de punir os eventuais responsáveis".

Em nota, o secretário ressaltou que os fatos apontados nas investigações, "caso sejam comprovados", foram "praticados por servidores públicos municipais concursados" e disse confiar na apuração do Ministério Público. "O Ministério Público de São Paulo tem todas as condições de elucidar o ocorrido e apresentar a denúncia à Justiça, a quem cabe julgar os fatos", diz o texto. "Não tenho qualquer envolvimento com tais denúncias e espero que a Justiça cumpra o seu papel de investigar e punir os eventuais responsáveis."

Segundo a assessoria da Secretaria da Fazenda de Salvador, os servidores acusados de executar a fraude em São Paulo já estavam nos postos quando Costa assumiu a Secretaria de Finanças de São Paulo, no início de 2011. Entre 2007 e 2010, ele esteve à frente da Secretaria da Fazenda do Estado, durante o governo de José Serra.

Mauro Ricardo Costa negou envolvimento com o esquema de fraudes apontado pela Operação Acerto de Contas, do Ministério Público paulista (Foto: Divulgação/Roberto Navarro)