Ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot declara voto em Haddad

Em publicação no seu perfil do Twitter neste sábado (27), Janot disse que já foi chamado "de petista e antipetista", de "psdebista e anti [peessedebista] também".

Comentar
Compartilhar
28 OUT 2018Por Folhapress11h07
O ex-procurador-geral da Justiça, Rodrigo Janot.O ex-procurador-geral da Justiça, Rodrigo Janot.Foto: Divulgação

O ex-procurador-geral da Justiça Rodrigo Janot declarou neste sábado que irá votar, "por exclusão", em Fernando Haddad nas eleições deste domingo (28).

Em publicação no seu perfil do Twitter neste sábado (27), Janot disse que já foi chamado "de petista e antipetista", de "psdebista e anti [peessedebista] também".

"Houve muita especulação sobre meu interesse eleitoreiro na minha atuação profissional. Nada se comprovou. Agora, não posso deixar passar barato discurso de intolerância e etc. Por exclusão, voto em Hadad", afirmou.

Janot ficou à frente do Ministério Público Federal entre 2013 e 2017. Mais cedo, o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa também declarou voto no petista.