Banner gripe

Ex-gerente da Petrobras confessa ter US$ 67,5 mi no exterior

Além desse montante que ele se comprometeu a devolver ao Tesouro, ele pagará multa de R$ 3,25 milhões, segundo seu contrato de delação premiada

Comentar
Compartilhar
05 FEV 201516h23

O ex-gerente de Engenharia da Petrobras Pedro Barusco indicou ter US$ 67,5 milhões no exterior fruto do esquema de propinas na estatal desbaratado pela Operação Lava Jato. Além desse montante que ele se comprometeu a devolver ao Tesouro, ele pagará multa de R$ 3,25 milhões, segundo seu contrato de delação premiada.

Segundo Barusco admitiu, US$ 61,5 milhões estão em 12 contas fora do País em nome de empresas offshore usadas para movimentar o dinheiro da propina pago a ele e ao ex-diretor de Serviços Renato Duque - principal foco dessa nova fase da Lava Jato, batizada da My Way. Documentos entregues por Barusco comprovam as operações bancárias por meio dessas 12 offshores.

Pedro Barusco indicou ter US$ 67,5 milhões no exterior fruto do esquema de propinas na estatal (Foto: Divulgação)

 

Colunas

Contraponto